Close

Abril 30, 2020

Governo saúda acordo comercial entre UE e México

A conclusão das negociações do novo Acordo Comercial entre a União Europeia e o México foi hoje anunciada pela Comissão Europeia.

Portugal saudou hoje o novo acordo comercial firmado entre a União Europeia (UE) e o México, considerando que, no atual quadro de crise pandémica, o comércio “livre e assente em regras será um instrumento incontornável para a recuperação da economia europeia e mundial”

De acordo com a nota divulgada no Portal Diplomático “hoje, ainda mais do que ontem, é fundamental que a União Europeia continue a promover a sua ambiciosa agenda comercial”

O novo Acordo comercial UE-México pretende modernizar e atualizar o Acordo Global em vigor, cujos efeitos económicos foram e são indisputavelmente positivos.

Desde a sua entrada em vigor, no ano de 2000, o volume do comércio de mercadorias cresceu 148%, tendo as trocas comerciais entre a UE e o México atingido um importante patamar.

O Governo refere ainda que “o México, para além de potência regional e importante parceiro de Portugal e da União Europeias, nos planos político e económico, é o principal parceiro comercial da União Europeia na América Latina, sendo também um mercado relevante e com enorme margem de progressão para as exportações portuguesas de mercadorias”

“O Governo Português está convicto de que os termos do Acordo agora concluído, nomeadamente a redução dos direitos aduaneiros sobre produtos agrícolas, a proteção de um conjunto importante de indicações geográficas europeias, a abertura de novos mercados no setor dos serviços e contratos públicos, bem como a proteção dos investimentos europeus no México, permitirão intensificar ainda mais o comércio e o investimento, num quadro em que saíram reforçados os objetivos, partilhados pela UE e pelo México, em matéria de desenvolvimento sustentável.”

Please follow and like us:
error

Author: António Delgado

Advogado, Fundador e Coordenador dos Escritórios Legacis-International Law Office e Assessor para Negócios e Investimentos Imobiliários. Membro Fundador da Diáspora Legal Network (Rede Internacional de Juristas) e Membro da AEA-International Lawyers Network.