Close

Janeiro 21, 2020

Parlamento Europeu quer um carregador único para todos os telemóveis

Os eurodeputados querem facilitar a vida dos consumidores e cortar no lixo eletrónico. Para isto, propõem a introdução de um carregador eletrónico único para vários tipos de dispositivos.

Num debate, no dia 13 de janeiro, o Parlamento Europeu pediu à Comissão Europeia que apresente uma proposta sobre este tema até julho de 2020. A proposta para esta mudança partiu dos deputados da Comissão do Mercado Interno e da Proteção dos Consumidores, que querem um carregador comum para todos os “smartphones”, tablets, leitores de e-book, câmaras e todos os dispositivos vestíveis.

“A Comissão tem de mostrar liderança e parar de permitir que os gigantes tecnológicos ditem as normas. Se a soberania digital significa alguma coisa para esta nova Comissão, esperamos que surja uma proposta para estabelecer uma norma referente aos carregadores únicos nos próximos seis meses”, afirmou Róża Thun und Hohenstein, Vice-Presidente da Comissão do Mercado Interno e da Proteção dos Consumidores, que já tinha requerido uma pergunta com pedido de resposta oral à Comissão.

Um impacto social e ambiental positivo

A introdução de um carregador único pretende reduzir o desperdício eletrónico, diminuir os custos e melhorar a segurança e interoperacionalidade dos carregadores.

Um estudo realizado em 2014 mostrou uma redução do número de carregadores diferentes para smartphones, de 30, em 2009, para apenas três.

Contudo, quando os consumidores compram novos dispositivos estão automaticamente a adquirir carregadores, que vêm embalados nas caixas dos mesmos. De acordo com a Comissão Europeia, o lixo eletrónico é um dos tipos de desperdício que está a crescer mais depressa na UE e deve aumentar para mais de 12 milhões de toneladas até 2020.

A abordagem voluntária da Comissão

O órgão legislativo da UE pediu o desenvolvimento de um carregador único em 2014. Mas até agora, a Comissão Europeia tem optado por uma abordagem voluntária do tópico, para encorajar a indústria dos telemóveis a cooperar.

O comissário Maroš Šefčovič, representante da Comissão Europeia, disse aos eurodeputados que a abordagem voluntária é a “melhor forma de alcançar as ambições políticas sem prejudicar a inovação”

Assista aos vídeos da campanha “One mobile phone charger for all

Fonte: Parlamento Europeu

Please follow and like us:
error

Author: António Delgado

Advogado, Fundador e Coordenador dos Escritórios Legacis-International Law Office e Assessor para Negócios e Investimentos Imobiliários. Membro Fundador da Diáspora Legal Network (Rede Internacional de Juristas) e Membro da AEA-International Lawyers Network.